domingo, 11 de maio de 2014


FINAL DE SEMANA EMPREENDEDOR NA UNISUAM

Este fim de semana passamos por uma experiencia maravilhosa. A segunda virada empreendedora do Núcleo de Apoio ao Empreendedor da UNISUAM. Os nossos alunos tiveram um desempenho surpreendente e mostraram que a cultura empreendedora vem se consolidando em nossa instituição de ensino.
No ano passado, os professores estavam motivados após a viagem que fizeram ao EUA, na Universidade de Babson, considerada a melhor universidade em empreendedorismo do mundo. De lá trouxeram uma série de técnicas e modelos de incentivo a formação de jovens empreendedores.
Neste ano, nosso Meeting Empreendedor contou com a presença de observadores internacionais que ao final do evento escolheram a melhor ideia para ser incubada pela UNISUAM e as instituições parceiras.


MEETING EMPREENDEDOR UNISUAM - BONSUCESSO
Sábado - 10/mai
  • 07:00h–07:50h – Credenciamento e Welcome Coffee
  • 08:00h–09:00h – Abertura & Palestra Indutora: Robert Janssen, presidente da OutsourceBrazil
  • 09:15h–10:30h – Pitches de ideias
  • 10:40h–11:40h – Oficina 1:  Como Montar um DreamTeam: André Sih, Headhunter na Havik People Results & Elise A. Nogueira, Executive & Professional Coaching
  • 11:50h–12:20h – Formação dos times e início dos trabalhos
  • 12:30h–13:30h – Almoço   
  • 13:15h–14:15h – Oficina 2: Modelos de Negócios: Prof. Paulo Del Peloso Carneiro, Coord. do Curso de Engenharia de Produção da UNISUAM
  • 14:15h–19:30h – Atividade laboral das equipes / Mentorias do NAE e especializada
  • 19:30h–20:30h – Jantar
  • 20:45h–21:45h – Atividade laboral das equipes / Mentoria do NAE
  • 22:00h – Final do dia, início da noitada
Domingo – 11/mai
  • 07:00h–07:50h – Café da manhã
  • 08:00h – Reinício
·         08:15h–09:15h – Atividade laboral das equipes
  • 09:20h–10:20h – Oficina 3: Como captar recursos para seu negócio (Anjos do Brasil)
  • 10:20h–11:45h – Mentoria do NAE
  • 12:00h–13:00h – Almoço
  • 13:15h–14:00h – Oficina 4: Como Fazer um Pitch de Apresentação Final: Marcílio Riegert, presidente da StartYouUp
·         14:10h–17:00h – Orientações, preparação para a apresentação final (individual por grupo) e atividade laboral das equipes
  • 17:30h–19:30h – Apresentação Final
  • 19:45h–20:45h – Decisão e premiação
  • 21:00h – Encerramento





Após dois dias de muito trabalho, muitas ideias, elaboração de CANVAS, Planejamento Estratégicos, Peças de Marketing e Análise de Impactos de Projetos Sociais tivemos a escolha do projeto vencedor: TROQUE LAMP 
A banca avaliadora formada por Marcílio Riegert, Fernando  Riveira (Start You Up) , Fernando Menezes (DELPHOS e TI Angels) Robert Janssen (OutsourceBrazil), e os professores da Unisuam Paulo Peloso, Viviane Santos e Carlos Silva.





Para o segundo semestre teremos muito mais.

domingo, 27 de outubro de 2013

Qual face da história?

Uma revolução está em curso no mundo, ainda, lenta, simbólica e pouco perceptível. No entanto, cresce o coro das vozes que desejam contar suas próprias histórias. Não a história oficial, a história com uma moral social que dá a cada indivíduo o aspecto frio e chapado de uma macrofotografia. Seja na Nigéria, no Brasil, na Irlanda ou nas Ilhas do Pacífico, as pessoas querem contar suas histórias e falar ao mundo como é especial aquilo que se vive, o lugar que se cresce, o amor que se toca, o canto que se canta.  

segunda-feira, 22 de outubro de 2012


COMPARE OS CPF DO CANDIDATO WASHINGTON REIS E ALEXANDRE CARDOSO NO SITE WWW.EXCELENCIAS.ORG.BR

Meus Amigos, o clima hoje na cidade de Duque de Caxias é de Guerra. E isto tem um por que, tem um sentido muito objetivo que se soma ao Orçamento desta Cidade-Estado e que beira os Dois Bilhões de Reais. Isto mesmo! A luta é acirrada porque há Dois Bilhões em Jogo e uma população de quase um milhão de Habitantes que vive em um cenário de dramática contradição: opulência e riqueza orçamentária e os mais baixos índices de pobreza do país nas áreas de Educação, Saúde, Transporte, Saneamento e Limpeza Urbana. 

Duque de Caxias está na rota dos principais investimentos do Estado do Rio de Janeiro e dos Mega Eventos que se divedem em dois aspectos basicos: o primeiro, relacionados aos grandes investimentos e infra-estrutura logística e de planejamento para as obras do Porto Maravilha que terá parte de sua rede logística na cidade de Duque de Caxias, O Arco Metropolitano que cortará a cidade e servirá tanto como porto seco, como base logística para os terminais de cargas e descargas ligadas aos portos de Itaguaí  Sepetiba, Itaboraí e ao Polo Gás Químico e Comperj. Em segundo, os eventos ligados a economia criativa e ao Marketing da Cidade do Rio de Janeiro com a Jornada Mundial da Juventude 2013, Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016.

Por fim, a cidade de Duque de Caxias, também deverá ser o fiel da balança para os movimentos realizados pelos candidatos ao futuro governo do Estado. Segundo maior colégio eleitoral, Duque de Caxias tem na eleição para Prefeito de 2012 uma previa e um exercício de forças que lançará luz na disputa de 2014.
Em futuro cenário o PSB, de Alexandre Cardoso, será o único partido que poderá fazer frente ao PMDB de Sérgio Cabral. E quem sabe, algum futuro dissidente do PT não venha compor as linhas de frente do PSB e assim enfrentar o pouco carismático Pezão, do PMDB.     

Enquanto o mundo se volta para o grande volume de investimentos que a cidade receberá no futuro, a disputa se acirra e os candidatos Alexandre Cardoso, PSB, e Washington Reis, PMDB, jogam todas as forças nesta última semana de disputa eleitoral. Assim, o nosso blog realizou uma pesquisa do histórico dos dois candidatos em sites oficiais que tinham como informação principal os CPFs dos dois candidatos. Depois de longa pesquisas em sites do Tribunal de Contas do Estado, Superior Tribunal Federal, Superior Tribunal de Justiça, construímos um quadro sinóptico com as principais informações de cada candidato. 


                                                   Alexandre Cardos, CPF: 304.563.637-34

As candidaturas são marcadas por gritantes diferenças: de um lado, Alexandre Cardoso, deputado federal com os seguintes cargos, conforme o site http://www.excelencias.org.br/@candidato.php?id=249Cargos relevantes: Exerceu mandatos de deputado estadual (1989-1991, PFL; 1991-1995, PSB) e de deputado federal (1995-1999/ 1999-2003/ 2003-2007/ 2007-2011, PSB). Ocupou os cargos de secretário de Saneamento e Recursos Hídricos (1999-2000) e de secretário de Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (2007-2010/ 2011-2012). Outros dados: Formado em medicina, administração hospitalar e direito. Candidatou-se a prefeito de Duque de Caxias, RJ, em 1996 e em 2004 e a prefeito do Rio de Janeiro, RJ, em 2000 pelo PSB. Alexandre Cardoso tem promovido uma revolução na inclusão digital e na formação e qualificação profissional no Estado do Rio de Janeiro. A FAETEC, subordinada a Secretaria de Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, tem se apresentado como o principal programa do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

De acordo com os dados apresentado no site www.excelencias.org.br Alexandre Cardoso é ficha limpa e não responde a nenhum processo na justiça. Seu CPF: 304.563.637-34 e está em ordem com as exigências de um servidor público.



                                                        Washington Reis, CPF: 013.118.467-94


Por outro lado, Ex-Prefeito Washington Reis, deputado federal e subsecretário de obras do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Cargos relevantes: Foi vereador (1993-1997) e prefeito (2005-2008) de Duque de Caxias (RJ), além de deputado estadual (1995-1999, PSC; 1999-2003, PSDB; 2003-2007, PMDB). Ocupou o cargo de subsecretário estadual de Obras Metropolitanas (2009-2010). Outros dados: É empresário. Em 1996, foi eleito vice-prefeito de Duque de Caxias na chapa com o prefeito José Camilo Zito. Candidatou-se a prefeito de Duque de Caxias em 2008 pelo PMDB.
De acordo com os dados apresentado no site www.excelencias.org.br Washington Reis responde a mais de dez processos na justiça do Estado e Federal, sendo investigado pelo Ministério Público, Polícia Federal e Superior Tribunal de Justiça. Seu CPF: 013.118.467-94 e está com várias pendencias a diversos órgãos de governo em nível Estado e Federal, tal como a publica a baixo:


CONVOCAÇÃO DE WASHINGTON REIS:
SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
DIRETORIA-EXECUTIVA DO FUNDO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
EDITAL DE NOTIFICAÇÃO No-87, DE 27 DE JUNHO DE 2012
O Diretor do Fundo Nacional de Assistência Social, em cumprimento da exigência prevista nos parágrafos 3º e 4º, Artigo 26 da Lei nº 9.784, de 29.01.99, convoca o abaixo nomeado a retirar e atender a notificação referente à pendência na prestação de contas de recursos transferidos pelo FNAS, que se encontra sob a guarda da Coordenação de Prestação de Contas, situada no Setor de Administração Federal Sul/SAFS - Qd. 2 - Lote 08 - Bl. H - Sala T-08, Edifício Sede do FNAS, Brasília/DF. O não atendimento no prazo de 05 dias, contados da data de publicação deste, ensejará a instauração de Tomada de Contas Especial:

Washington Reis de Oliveira, CPF- 013.118.467-94 (Ex-Prefeito Municipal de Duque de Caxias/RJ), Ofício nº. 1949/CGPC/DEFNAS/SNAS/MDS, Serviço de Proteção Social Básica e Especial - Processo nº. 71001.128496/2008-89.


PESQUISA COM INFORMAÇÕES DOS CANDIDATOS A PREFEITO DE DUQUE DE CAXIAS

CANDIDATO
CPF
Nº PROCESSOS
FICHA LIMPA
ALEXANDRE CARDOSO
304.563.637-34
ZERO (0)
SIM




WASHINGTON REIS
013.118.467-94
DEZ  (10)
NÃO

ACESSE AOS DEZ PROCESSOS DE WASHINGTON REIS 

De acordo com informações do Tribunal de Contas do Estado, do Ministério Público do Estado, do Supremo Tribunal Federal e do  Tribunal Regional Federal o candidato Washington Reis responde a processos de Crime ao Meio Ambiente, Formação de Quadrilha, Improbidade Administrativa, Crime eleitoral, Abuso de Poder Econômico, Conduta Vedada a agente público e irregularidades na administração da Prefeitura.
1

STF - Processo nº 618 - É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por crimes contra o meio ambiente e o patrimônio genético e formação   de quadrilha.
2
STF - Inquérito nº 3192 - É alvo de inquérito que apura crimes eleitorais.
É alvo de ações civis públicas, inclusive de improbidade administrativa, movidas pelo Ministério Público:

3
4
5
TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro - Processo nº 0003813-92.2007.4.02.5110 (Foi condenado por improbidade administrativa, pois não houve divulgação de recursos recebidos pela prefeitura de Duque de Caxias. A Justiça determinou a suspensão dos direitos políticos, a proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios/ incentivos fiscais ou creditícios e o pagamento de multa).
6
TRE-RJ - Processo nº 386718.2010.619.0000 - É alvo de ação de investigação judicial movida pelo Ministério Público Eleitoral por abuso de poder econômico.
7
TRE-RJ - Processo nº 772.2011.619.0000 - É alvo de representação movida pelo MPE por captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral.
8
TRE-RJ - Processo nº 674343.2010.619.0000 - É alvo de representação movida pelo MPE por conduta vedada a agente público.

O TCE-RJ detectou irregularidades e emitiu pareceres contrários à aprovação das contas referentes à administração financeira da prefeitura de Duque de Caxias:
9
10

Atenção: As fontes são de órgãos oficiais.
Acesse:
  

Eleitor depois de ler as informações acima recomendamos entrar nos sites oficiais e tirarem suas conclusões em quem votar para prefeito de Duque de Caxias. Até 28 de Outubro e Grande abraço!

segunda-feira, 16 de abril de 2012


Um bilhão e Trezentos milhões de Reais para ser um dos piores do país.
Duque de Caxias tem um IDEB de 4,2 em 2011

Eduardo Prates
As diversas divulgações com informações do Ministério da Educação sobre o Índice de Educação Básica (IDEB) sobre o município de Duque de Caxias traduzem a falta de um projeto de educação para o município, ineficiência dos projetos pedagógicos e caos que passa a rede. Se, de um modo geral, os especialista em educação consideram que os investimentos na área são fundamentais para a transformação da realidade de qualquer sociedade e a Educação tem papel estratégico no desenvolvimento econômico e social, como explicar o caso de Duque de Caxias. O segundo maior orçamento em Educação do Estado e um dos maiores do País teve um dos piores desempenhos do Brasil. Ficando atrás de municípios do Vale do Jequitinhonha e do Semi-Árido do Piauí, regiões mais pobres de nossa nação.

Evolução do IDEB - Municípios Região Metropolitana
Orçamento
Educação 2010  Em Milhões de Reais
Municípios
2005
2007
2009
2007
2009
2011
MIGUEL PEREIRA
4.8
5.1
5.5
4.9
5.2
5.6
11.315.427,05
RIO DE JANEIRO
4.2
4.5
5.1
4.3
4.6
5.1
2.254.501.453,87
MESQUITA
3.7
3.9
4.1
3.7
4.1
4.5
45.179.969,56
QUEIMADOS
3.7
3.9
3.9
3.8
4.1
4.5
43.369.865,31
SAO JOAO DE MERITI
3.7
3.6
4.0
3.8
4.1
4.5
67.927.733,10
NOVA IGUACU
3.6
3.9
4.0
3.7
4.0
4.4
202.855.280,64
BELFORD ROXO
3.5
3.6
3.7
3.5
3.9
4.3
127.213.007,11
PARACAMBI
3.4
4.5
4.5
3.5
3.8
4.3
17.588.572,63
DUQUE DE CAXIAS
3.3
3.7
3.8
3.4
3.7
4.2
380.252.378,74
MAGE
3.3
3.6
3.6
3.3
3.7
4.1
111.933.645,45
JAPERI
3.1
3.7
3.6
3.2
3.5
4.0
33.071.167,92
NILOPOLIS
3.0
3.9
3.6
3.1
3.4
3.8
34.355.360,90



O IDEB é um indicador desenvolvido com o objetivo de combinar informações de desempenho em exames padronizados (Prova Brasil ou Saeb) – obtido pelos estudantes ao final das etapas de ensino (4ª e 8ª séries do ensino fundamental) – com informações sobre a aprovação dos alunos. Desta forma, se constitui em um instrumento indicador que serve para avaliar a qualidade de ensino das escolas.

Quando analisamos a evolução dos dados na cidade de Duque de Caxias percebemos que as informações demonstram que em 2005, a cidade ficou em  76º lugar entre 88 municípios do Estado do Rio de Janeiro. Já 2007, o município ficou na 73ª posição entre os 91 avaliados. Em  2009, a cidade com um dos mais altos volume de transferência de recursos federais e orçamento municipal ficou em último lugar no IDEB fluminense.

Na educação básica (até 8ª série), Duque de Caxias ficou em 72º lugar entre os 73 municípios avaliados em 2005, 80° lugar entre os 83 avaliados em 2007 e em último lugar no IDEB de 2009.

No entanto, o volume de recursos para Educação que a cidade gastou nos últimos cinco anos é maior do que o Orçamento de alguns Estados da Federação e até mesmo de alguns países da América Central e África.
   
Comparativo de Duque de Caxias com Três dos Municípios mais Populos da Baixada Fluminense
Análise Orçamentária e Populacional
Como Explicar esta diferença de desempenho?
Orçamento Educação Nova Iguaçu, Belford Roxo e Queimados
População dos 3 municípios
Gasto per capita Educação Reais
 R$  373.438.153,06
1.403.551,00
 R$                  266,07
Orçamento Educação Duque de Caxias
População Duque de Caxias

 R$  380.252.378,74
855.048,00
 R$                  444,71

Qual o fantástico e contraditório segredo administrativo que possui o Governo de Duque de Caxias de possuir um dos maiores orçamento municipais para educação do país e deixar o município entre as piores posições em relação ao IDEB?



Evolução da Receita Educação Duque de Caxias
Ano
Milhões de Reais
2007
273.248.009,40
2008
343.713.554,70
2009
349.035.091,91
2010
380.252.378,74
2011
413.823.018,00
Total em 5 anos
R$ 1.346.249.034,75



Somado ao Grande volume orçamentário do Município, a Educação de Duque de Caxias tem recebido um significativos montante de transferência de recursos para convênios, o que implicaria em ações com maior controle da União, mas os resultados têm sido a cada ano mais negativo.

Os desafiados colocados para os municípios da Região Metropolitana, em especial a Baixada Fluminense, do Rio de Janeiro são muitos e de diversas ordens. No entanto, em um momento onde o Estado receberá a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, temos a oportunidade de mudar o rumo de uma história marcada por violência, corrupção, pobreza e abandono. A cidade de Duque de Caxias tem um importante papel na transformação desta realidade. E por isso que devemos cobrar ao poder público à responsabilidade para a omissão, a incompetência e apontar os casos de roubalheira. Não somos idiotas e não queremos ser cidadãos de papel. 


Evolução da Receita Educação Duque de Caxias
Ano
Milhões de Reais
2007
273.248.009,40
2008
343.713.554,70
2009
349.035.091,91
2010
380.252.378,74
2011
413.823.018,00
Total em 5 anos
R$ 1.346.249.034,75





Fontes: