Qual face da história?

Uma revolução está em curso no mundo, ainda, lenta, simbólica e pouco perceptível. No entanto, cresce o coro das vozes que desejam contar suas próprias histórias. Não a história oficial, a história com uma moral social que dá a cada indivíduo o aspecto frio e chapado de uma macrofotografia. Seja na Nigéria, no Brasil, na Irlanda ou nas Ilhas do Pacífico, as pessoas querem contar suas histórias e falar ao mundo como é especial aquilo que se vive, o lugar que se cresce, o amor que se toca, o canto que se canta.  

Comentários

Postagens mais visitadas